Cerca de 675 pessoas são beneficiadas com cursos da FWF em dezembro

0
A Fundação Wall Ferraz (FWF) disponibiliza diversos cursos de qualificação para a população de forma gratuita em diversos bairros da cidade. Dessa forma, capacitados, eles terão maiores chances de serem inseridos no mercado de trabalho, alcançando assim a desejada estabilidade financeira. Somente no mês de dezembro, 675 pessoas estão sendo qualificadas pela FWF, atendendo demandas existentes no mercado e nas comunidades.
Para realizar esses cursos em vários bairros da cidade, a FWF conta com diversos parceiros como a Fundação João Antônio de Deus (FUNJAD), Fundação Nossa Senhora da Paz, Fundação Padre Antônio Dante Civiero (FUNACI) e Fazenda da Paz. Neste mês,vários cursos também foram realizados através de emendas parlamentares.
Os cursos com maiores demandas são Operador de Call Center e Operador de Microcomputador. O segmento de callcenter é um dos mais procurados pelo mercado atualmente. Segundo pesquisa recente, entre os meses de janeiro e outubro, foram ofertadas mais de 3000 vagas para o setor de Call Center em Teresina. A busca por profissionais qualificados na área sempre é grande, sendo o diferencial na hora de disputar uma dessas vagas em aberto. O curso de Operador de Micro é bastante procurado por quem busca o primeiro emprego, pois conhecimento básico em informática é exigido na maioria das empresas, e sem este curso, seria mais difícil a entrada desses jovens no mercado de trabalho.
Áreas específicas também são bastante buscadas pela população em geral. Cursos voltados para empreendedorismo individual como torneiro mecânico, panificação, mecânica automotiva, instalação e manutenção de split e cabeleireiro são ofertados e costumam apresentar bons resultados, dando assim oportunidades para as pessoas, após qualificadas, de conseguirem a independência financeira. O empreendedorismo coletivo também pode ser uma opção para egressos dos cursos ofertados pela FWF, o que pode gerar sociedade empresarial entre os alunos.
Após qualificados, a FWF facilita a intermediação entre os alunos e as empresas através do Balcão do Trabalhador. Nele, os interessados deixam os currículos, que são analisados por diversas empresas, aumentando as chances de conseguirem o desejado emprego. Para a presidente da Fundação Wall Ferraz, Aparecida Caland, a fundação não se limita em beneficiar os alunos apenas com capacitação ou qualificação profissional, mas acompanhando-os num processo que visa promover mudanças sociais e pessoais em cada um deles.
Fonte: Ascom
Share.

Deixe seu comentário