Prefeitura inaugura centro para crianças com dificuldade de aprendizagem

0

O primeiro Centro Municipal de Atendimento Multidisciplinar será inaugurado oficialmente pela Prefeitura de Teresina na próxima segunda-feira, dia 21, às 8h30. Localizado na Rua Desembargador Freitas, Edifício Paulo VI, centro da capital, o CMAM se chamará Professora Ceiça Carvalho e deu início aos atendimentos de alunos de 70 escolas públicas da capital no mês de abril. Uma triagem de educandos, entre cinco e 14 anos, diagnosticados com transtorno e ou dificuldade de aprendizagem deu início aos atendimentos.

O CMAM funciona pela manhã e tarde. “Ao todo 50 pessoas pela manhã e 30 pela tarde. Para proporcionar um melhor atendimento, o tratamento do CMAM é aliado a políticas de educação, assistência social e saúde. A equipe identifica a rede socioassistencial de proteção social básica e especial mais adequada para atender e encaminhar as demandas”, fala Daniela Coutinho Escórcio, diretora do Centro Municipal de Atendimento Multidisciplinar Professora Ceiça Carvalho.

Todas as crianças atendidas passam por um atendimento médico para diagnóstico e seguem plano terapêutico específico para cada uma delas. O tratamento dura, em média, três meses. “É um tratamento conjunto, onde escola e família devem participar”, explica Daniela Coutinho Escórcio.

Estamos trabalhando em conjunto com a SEMEC na prevenção e tratamento das dificuldades de aprendizagem.O diagnóstico precoce é muito importante para que a criança possa ter seu desenvolvimento sem comprometer o aprendizado, disse Silvio Mendes, presidente da Fundação Municipal de Saúde. As crianças são o futuro e por isso temos que aliar saúde com uma boa educação,afirma Silvio Mendes.

O CMAM funciona das 7h às 11h e de 13h às 17h e é resultado de uma parceria entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e tem como objetivo contribuir para a inclusão educacional e social do aluno. Ele oferece atendimento terapêutico multidisciplinar através da promoção de serviços multiprofissionais, com psicologia, fonoaudiologia, psicopedagogia, serviço social, educadores físicos, terapia ocupacional, neuropediatria e psiquiatria.

 

Fonte: Ascom Secretaria Muncipal de Educação

Share.

Deixe seu comentário